Violência psicológica na família e a manifestação do complexo de bode expiatório

Giovana Coutinho

Resumo


A temática do bode expiatório, na abordagem psicológica, é terreno riquíssimo e elucidativo de uma série de fenômenos observados no cotidiano dos consultórios. Este trabalho foi desenvolvido a partir da compreensão dos primeiros passos da construção da personalidade humana, por meio do estudo das representações da criança na família, desde os primórdios da história, analisando como a atenção dispensada a ela pelos adultos atua na sua psique quando ela chega à idade adulta. A exposição a fatores que influenciaram as famílias na maneira como elas têm visto as crianças ao longo dos séculos é um dado ontológico assimilado pelo inconsciente coletivo, criando um registro no psiquismo, nomeado por sua vez como arquétipo pela psicologia analítica. A questão apresentada neste artigo busca apontar as origens daquilo que hoje é identificado como o complexo do bode expiatório, que tem como base o arquétipo do bode expiatório. O propósito de relacionar o tema à violência psicológica é uma provocação, com o objetivo de levar o leitor a refletir sobre o produto de tal associação. O filme "Gente como a Gente" (Ordinary people) é usado para articular, simbolicamente, a ocorrência do fenômeno do bode expiatório na família.


Palavras-chave


violência na família, complexo, psicologia junguiana, bode expiatório.

Texto completo:

PDF HTML

Referências


Alves, J. C. M. (1977). Direito Romano. Rio de Janeiro: Forense.

American Psychiatric Association (APA). (2015). DSM-IV: manual diagnóstico e estatístico de transtornos mentais (5a ed.). Porto Alegre: Artmed.

Ariès P. (2006). História social da criança e da família (2a ed.) Rio de Janeiro: Editora LTC.

Badinter, E. (1985). Um amor conquistado: o mito do amor materno (10a ed.). Rio de Janeiro: Editora Nova Fronteira.

Bartlett, S. (2011). A bíblia da mitologia (1a ed.). São Paulo: Pensamento.

Brandão, J. S. (2007). Mitologia grega (Vol. III). Petrópolis, RJ: Vozes.

Brasil. (2013). Estatuto da criança e do adolescente (10a ed.). Brasília, DF: Edições Câmara.

Colman, D. A. (1995). Up from scapegoating: Awakening consciousness in groups. Wilmette, Illinois: Chiron Publications.

Descartes, R. (1999). Discurso do método: as paixões da alma. São Paulo: Editora Nova Cultural. (Trabalho original publicado em 1637).

El Hayek, S. (2012). Alcorão Sagrado (15a ed.). São Paulo: Martins Fontes.

Jung C. G. (1984). A Dinâmica do Inconsciente. In Obras Completas (Vol. VIII). Rio de Janeiro: Editora Vozes. (Trabalho original publicado em 1971).

Neumann, E. (1968). História da origem da consciência. São Paulo: Editora Cultrix.

Neumann, E. (1991). A criança: estrutura dinâmica da personalidade em desenvolvimento desde o início de sua formação. São Paulo: Editora Cultrix.

Perera, S. B. (1986). O complexo de bode expiatório: rumo a uma mitologia da sombra e da culpa. São Paulo: Cultrix.

Pieri, P. F. (Org.). (2002). Dicionário Junguiano. São Paulo: Editora Vozes.

Penna, E. M. D., & Guidugli, J. M. S. (2015). Complexo de bode expiatório no complexo ego-sombra [on-line]. Psicologia Revista, (20). Recuperado em 10 março 2016, de http://www.pucclinica/boletim-clinico/boletim_20/boletim_20_10.htmlsp.br

Yahav, R. & Sharlin, S. A. (2002). Blame and family conflict: symptomatic children as scapegoats. Child & Family Social Work, 7(2), 91-98. doi: 10.1046/j.1365-2206.2002.00231.x

Schwary, R. L. (Produtor), & Redford, R. (Diretor). (1980). Gente como a gente. [DVD]. [s.l.]: Paramount Pictures.

Agostinho [santo]. (2002). Confissões (J. O. Santos, & A. A. de Pina, trads.). (18a ed.). São Paulo: Editora Nova Cultural. (Trabalho original publicado em 400 d.C.).

Vaithligam, L., & Sekhar, N. (Orgs.). (2010). Vedas uma introdução à jornada interior (2a ed.). Rio de Janeiro: Fundação Bhagavan Sri Sathya Sai Baba do Brasil.

Zweig, C., & Abrams, J. (Orgs.). (1991). Ao encontro da sombra: o potencial oculto do lado escuro da natureza humana. São Paulo: Cultrix.




DOI: https://doi.org/10.21901/2448-3060/self-2017.vol02.0008

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

CORRESPONDÊNCIA: Rua Simão Álvares, 526 - Pinheiros - São Paulo/SP, Brasil - CEP 05417-020 / Tel.: (55 11) 3031-0157

ISSN 2448-3060