Foco e Escopo

Self - Revista do Instituto Junguiano de São Paulo é a publicação científica oficial do Instituto Junguiano de São Paulo (IJUSP), filiado à Associação Junguiana do Brasil (AJB) e à International Association for Analytical Psychology (IAAP).

MISSÃO: Divulgar, disseminar e promover o intercâmbio do pensamento junguiano e contribuir para o desenvolvimento da produção científica no campo da psicologia analítica.

VISÃO:   

  • Ser uma publicação de renomada qualidade científica, aberta a todas as tendências e abordagens do campo da psicologia analítica, estabelecendo-se como um legítimo canal democrático de divulgação do pensamento junguiano, no Brasil e no mundo. 
  • Ser uma publicação multidisciplinar, divulgando temas diversos de interesse da sociedade. 
  • Ser um referencial para a formação de analistas junguianos. 

VALORES:    

  • Respeito a todos que contribuem para sua existência: editores, autores, revisores, corpo técnico e leitores.  
  • Democratização do acesso ao conhecimento. 
  • Estímulo ao desenvolvimento de pesquisas científicas no campo da psicologia analítica.  
  • Estímulo à diversidade cultural, publicando trabalhos de pesquisadores de todas as áreas do conhecimento e mantendo intercâmbio com estudiosos da psicologia analítica de todo o mundo. 
  • Colaboração na formação de analistas junguianos no Brasil.

Dirigida a pesquisadores, estudiosos e profissionais que se dedicam ao estudo e à aplicação do pensamento junguiano e às pessoas interessadas em temas relacionados ao campo da psicologia analítica, a Self  publica trabalhos originais e inéditos nos idiomas português, inglês ou espanhol, de autores brasileiros e estrangeiros.

Os manuscritos submetidos à publicação passam por um processo duplo-cego de avaliação por pares, garantindo a qualidade científica dos textos divulgados, não importando as correntes do pensamento junguiano que eles possam representar.

A publicação não divulga artigos traduzidos de outros periódicos, tampouco manuscritos que discutam ou façam apologia ou que tenham qualquer alusão político-partidária.

Publicada em versão eletrônica, a Self  adota o sistema de divulgação contínua de trabalhos e, respeitando o princípio da democratização do conhecimento, a revista oferece acesso aberto a todo seu conteúdo.

Processo de Avaliação pelos Pares

A revista Self adota o processo duplo-cego de avaliação por pares para as seguintes seções: artigo de pesquisa original, artigo de revisão de literatura, artigo de reflexão (ensaios) e estudo de caso.

PROCESSO DE AVALIAÇÃO DE MANUSCRITOS

1. Adequação aos requisitos formais

A secretaria editorial da Self – Revista do IJUSP faz uma checagem inicial para verificar se os manuscritos atendem aos requisitos formais da publicação, como, por exemplo:

(a) envio de todos os documentos necessários à submissão;

(b) respeito ao limite de palavras, de acordo com a seção escolhida;

(c) envio do título, resumo e descritores válidos nos três idiomas de publicação etc.

A secretaria editorial anota todos os problemas e pendências da submissão. Os autores serão informados sobre as questões de forma, somente após a primeira avaliação de escopo editorial feita pelo editor científico.

2. Escopo editorial

A primeira avaliação do manuscrito será feita pelo editor científico da Self – Revista do IJUSP,  considerando o escopo e os requisitos editoriais da publicação, como:

(a) missão: o manuscrito deve contribuir para o cumprimento da missão da revista de divulgar, disseminar e promover o intercâmbio do pensamento junguiano e contribuir para o desenvolvimento da produção científica no campo da psicologia analítica;

(b) ineditismo: trata-se de um manuscrito inédito, não traduzido de outro idioma, não publicado em outros meios de comunicação;

(c) seção: a seção informada pela autora ou autor é a melhor opção para o manuscrito;

(d) o trabalho apresenta uma estrutura de artigo científico, com introdução, objetivo, metodologia, resultados da pesquisa desenvolvida e discussão desses dados. Claro que, respeitando as particularidades da escrita e da produção de conhecimento dentro da psicologia analítica, esses elementos não precisam necessariamente estar explícitos no corpo do manuscrito, com subtítulos, por exemplo, mas eles devem estar presentes no texto.

Com base nesses critérios, o editor científico decidirá:

(a) se o processo de avaliação do trabalho pode prosseguir, com o encaminhamento do manuscrito para a revisão de mérito científico por parte de pareceristas Ad hoc;

(b) se o manuscrito precisa de ajustes de acordo com os padrões editoriais da Self – Revista do IJUSP, antes de ser encaminhado para a avaliação de mérito científico. Nesse caso, o manuscrito passa por uma primeira revisão.

2.1 Solicitação de revisão

O editor científico informará à secretaria editorial qual foi sua decisão a respeito do encaminhamento do processo de submissão do manuscrito.

A secretaria editorial contatará os autores com as orientações do editor, acrescentando, se for o caso, as eventuais pendências em relação à forma e aos documentos necessários para a submissão de manuscritos.

A secretaria editorial também será responsável por todos os trâmites de envio/recebimento de eventuais versões do manuscrito, concentrando o contato com os autores (salvo em casos especiais, nos quais o editor científico sinta a necessidade de se comunicar diretamente com a autora ou autor).

Após serem feitos todos os ajustes – questões de escopo editorial e as pendências formais – e, com o aceite por parte do editor científico, o manuscrito seguirá então para a avaliação científica.

3. Avaliação científica

Nesta etapa, os pareceristas Ad hoc da Self – Revista do IJUSP analisam o mérito científico do manuscrito, dentro das regras que regem o processo duplo-cego de avaliação, no qual os revisores não têm conhecimento dos autores dos trabalhos e vice-versa.

Os pareceristas podem negar ou recomendar sua publicação, ou ainda, pedir a revisão do manuscrito, para o aprimoramento de sua qualidade científica.

O editor científico da publicação decide sobre o encaminhamento das orientações e observações dos avaliadores:

(a) solicitar a revisão do manuscrito;

(b) negar a publicação do manuscrito;

(c) pedir mais uma avaliação do manuscrito por outro parecerista Ad hoc.

3.1. Manuscrito revisado

O manuscrito revisado pelos autores, por recomendação do parecerista, é novamente analisado pelo editor científico da Self – Revista do IJUSP, que decide:

(a) pela aceitação ou rejeição do manuscrito;

(b) pela necessidade de uma nova avaliação do manuscrito por parte do parecerista Ad hoc (ou de novos avaliadores); ou

(c) pela necessidade uma nova revisão do manuscrito pelos autores.

4. Observações:

(a) Os autores são informados do andamento de todas as etapas do processo de avaliação.

(b) As Resenhas e as Cartas ao editor não são avaliadas por pareceristas.

(c) A publicação reserva-se o direito de realizar adequações para a normalização dos manuscritos, respeitando o estilo editorial da revista. Os artigos aprovados são revisados para a correção de eventuais erros gramaticais, de grafia, digitação e de normalização bibliográfica.

 

Periodicidade

Self  adota o sistema de atualização contínua de conteúdo, conhecido como rolling pass.

Política de Acesso Livre

Self  oferece acesso livre e imediato ao seu conteúdo, segundo o princípio de democratização do acesso e da produção de conhecimento.

Conselho Editorial

Responsável pela elaboração das diretrizes e da política editorial da revista Self, o Conselho Editorial da publicação tem por integrantes: 

Dulce Helena Rizzardo Briza - Presidente

Candido Pinto Vallada

Priscila Menegon Castrucci Caviglia

Denise Diniz Maia

David Philip Butler

Boas práticas em publicação científica

A revista Self adota os princípios de transparência e de boas práticas editoriais em publicações acadêmicas do Committee on Publications Ethics. (Principles of Transparency and Best Practice in Scholarly Publishing http://publicationethics.org/files/Principles_of_Transparency_and_Best_Practice_in_Scholarly_Publishingv2_0.pdf)  

Todas as informações e práticas da revista referentes a formas de acesso, direitos autorais, conteúdo publicado, processo de revisão por pares, responsabilidade dos autores, questões éticas e encaminhamento de possíveis conflitos de interesses são públicas e podem ser consultadas nas Diretrizes para os Autores.

O Conselho Editorial, o Corpo Editorial, o Editor Científico, Autores, Revisores e Corpo Técnico devem aceitar os termos da política editorial da Self.

Acesso

A revista Self é publicada em versão eletrônica (online) e todo o seu conteúdo está disponível com acesso aberto, na modalidade dourada, ou seja, todos os interessados podem consultar os trabalhos publicados livremente, em sintonia com os valores da revista de democratização do acesso ao conhecimento e de estímulo ao desenvolvimento de pesquisas científicas no campo da psicologia analítica.

Direitos autorais

A revista Self adota a licença Creative Commons "Atribuição 4.0 Internacional", classificada como Licença de Cultura Livre, que permite a cópia e distribuição dos trabalhos publicados em qualquer meio ou formato e permite que outros transformem, façam adaptações ou criem obras derivadas para todos os usos, mesmo comercial, desde que seja dado o devido crédito à publicação. (Mais detalhes em http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/).

Ao submeterem trabalhos para a revista, os autores aceitam os termos desta licença e concordam em ceder os direitos autorais do manuscrito para a publicação. Junto com o trabalho, os autores devem enviar o documento de transferência de direitos autorais devidamente assinado (ver em Diretrizes para os Autores).

Conteúdo

A Self publica trabalhos inéditos de autoria de pesquisadores brasileiros e estrangeiros, nos idiomas português, inglês ou espanhol. Todos os manuscritos submetidos devem ser acompanhados de título, resumo e descritores nos idiomas português, inglês e espanhol.

A publicação não divulga artigos traduzidos de outros periódicos, tampouco manuscritos que discutam ou façam apologia ou que tenham qualquer alusão político-partidária.

Self se pauta pelo respeito aos princípios de independência editorial, por isso, todos os trabalhos submetidos à publicação são avaliados pelo Editor Científico. Além disso, os artigos originais, artigos de revisão, ensaios e estudos de caso são avaliados por pareceristas Ad hoc, dentro de um processo duplo-cego de avaliação, garantindo assim que sua divulgação se deu por mérito e qualidade científica e não por interesses profissionais, pessoais ou financeiros.

Responsabilidade dos autores

Todos os autores do manuscrito devem ter contribuído para sua elaboração e devem conhecer seu conteúdo. Os trabalhos submetidos à Self devem ser acompanhados do documento de responsabilidade de autoria devidamente assinado (ver em Diretrizes para os Autores).

As opiniões emitidas nos trabalhos publicados pela Self são de exclusiva responsabilidade de seus autores, não representado a opinião da revista ou do IJUSP.

Ética em pesquisa

Self adota integralmente a Declaração de Singapura sobre Integridade em Pesquisa, cujo preâmbulo afirma: "O valor e os benefícios provenientes da pesquisa dependem essencialmente da sua integridade. Embora haja diferenças entre países e entre disciplinas na maneira pela qual a pesquisa é organizada e conduzida, há também princípios e responsabilidades profissionais comuns que são fundamentais para a integridade da mesma, onde quer que seja realizada." (Singapore Statement on Research Integrity - http://www.singaporestatement.org/statement.html).

A revista também adota integralmente a Declaração de Helsinque da Associação Médica Mundial (WMA) – Princípios Éticos para Pesquisa Médica Envolvendo Seres Humanos.

Todos os colaboradores da Self assumem a responsabilidade de exercer suas atividades de acordo com os valores éticos assinalados pelas duas declarações, assegurando que todos os procedimentos éticos apropriados foram realizados em toda e qualquer pesquisa, envolvendo seres humanos ou não.

Self repudia toda e qualquer má conduta científica, como falsificação e fabricação de dados, plágio, apropriação indevida de ideias ou dados e manipulação de citações.

Toda e qualquer denúncia de má conduta científica será investigada, de maneira sigilosa, e serão tomadas as devidas providências para a correção de erros confirmados.

Fontes de financiamento

Os autores devem indicar claramente todo e qualquer tipo de suporte financeiro e/ou material, proveniente de instituição pública e/ou privada, recebido para a realização da pesquisa e/ou elaboração do trabalho, informando a entidade financiadora, o tipo de recurso obtido, o título do projeto financiado, o número identificador do financiamento e outros dados relevantes.

Essas informações devem ser incluídas na folha de rosto do trabalho submetido (ver em Diretrizes para os Autores).

Conflitos de interesses

Os autores que submetem trabalhos para a Self devem informar à publicação a existência de potenciais conflitos de interesses de natureza acadêmica, profissional, política, pessoal ou financeira (ver em Diretrizes para os Autores).

A mesma orientação é válida para os revisores científicos dos manuscritos, que devem se declarar impedidos de avaliar um trabalho, caso haja um potencial conflito de interesse, como, por exemplo, conhecimento dos autores do manuscrito ou falta de familiaridade com a área de estudo do trabalho.

Os integrantes do Conselho e do Corpo de editores da revista também devem informar à publicação a ocorrência de eventuais conflitos de interesses.

Em caso de dúvidas sobre a existência ou não de potenciais conflitos de interesses, autores, revisores e editores devem consultar o Editor Científico da Self.

Recursos financeiros

Como forma de estimular autores de todo o mundo a submeterem trabalhos à publicação, o IJUSP arcará com os custos de produção editorial da revista Self em seus dois primeiros anos de existência.

Esses custos incluem a revisão do idioma principal de submissão (português ou inglês ou espanhol); a revisão dos títulos, resumos e descritores que devem ser enviados nos três idiomas de publicação (português e inglês e espanhol); a normalização das referências; e a padronização e diagramação dos manuscritos. 

Custos de responsabilidade dos autores

Se houver interesse por parte dos autores, a Self pode publicar traduções literais dos trabalhos aprovados nos três idiomas aceitos pela publicação. Nesses casos, o custo dessas traduções é de responsabilidade dos autores.

Os serviços de tradução de trabalhos devem ser contratados com as empresas certificadas pelo IJUSP (ver relação no site do Instituto).  Se o autor contratar os serviços de tradução de fornecedores externos a esta relação, o artigo será revisado pelo IJUSP e o autor arcará com os custos desta revisão.

Arquivamento

A revista Self se compromete a manter cópias eletrônicas, em ambiente seguro, dos originais submetidos à publicação, dos trabalhos revisados e publicados, dos pareceres e de outros documentos relacionados à revista.

Regimento

CAPÍTULO I - DA REVISTA

Artigo 1º.

Self – Revista do Instituto Junguiano de São Paulo é uma publicação do Instituto Junguiano de São Paulo (IJUSP), divulgada em versão eletrônica, com acesso aberto, na modalidade dourada.

Parágrafo único. A Self adota o sistema de divulgação contínua de trabalhos (rolling pass).

Artigo 2º.

A missão da Self é divulgar, disseminar e promover o intercâmbio do pensamento junguiano e contribuir para o desenvolvimento da produção científica no campo da psicologia analítica.

Artigo 3º.

A publicação é dirigida aos pesquisadores, estudiosos e profissionais que se dedicam ao estudo e à aplicação do pensamento junguiano e às pessoas interessadas em temas relacionados ao campo da psicologia analítica.

Artigo 4º.

Self publica trabalhos inéditos e originais, nos idiomas português, inglês ou espanhol, de autoria de pesquisadores brasileiros e estrangeiros.

Parágrafo único. Todos os trabalhos submetidos à publicação são avaliados pelo Editor Científico, sendo que os artigos originais, artigos de revisão, ensaios e estudos de caso também são avaliados por pareceristas Ad hoc, dentro de um processo duplo-cego de avaliação.

CAPÍTULO II - DO CONSELHO EDITORIAL

Artigo 5º.

O Conselho Editorial é responsável pela elaboração das diretrizes e da política editorial da publicação, competindo-lhe:

§1º. Indicar nomes de pesquisadores e cientistas aptos a assumir o cargo de Editor Científico da publicação.

§2º. Colaborar com o trabalho do Editor Científico.

§3º. Endossar a escolha dos integrantes do Corpo Editorial, feita pelo Editor Científico.

§4º. Colaborar com a divulgação da publicação junto aos públicos de interesse.

§5º. Resolver casos omissos no presente Regimento. 

Artigo 6º.

O Conselho Editorial é composto de cinco (5) integrantes, incluindo o presidente.

§1º. A escolha do presidente do Conselho Editorial é de responsabilidade dos próprios conselheiros.

I – Compete ao presidente do Conselho Editorial conduzir as reuniões do órgão e auxiliar o Editor Científico na interface de comunicação com a Diretoria do IJUSP.

§2º. A escolha dos integrantes do Conselho Editorial é feita por eleição, realizada em assembleia convocada extraordinariamente pelo IJUSP.

I – Poderão candidatar-se ao Conselho Editorial membros do IJUSP.

§3º. O mandato dos integrantes do Conselho Editorial é de cinco (5) anos, podendo haver até uma (1) recondução consecutiva.

Artigo 7º.

O Conselho Editorial deve se reunir pelo menos uma vez ao ano, concomitantemente com a assembleia do IJUSP. Os integrantes do Conselho Editorial se comprometem a participar das reuniões deste órgão, considerando como quórum mínimo para estes encontros a participação de 50% (cinquenta por cento) dos conselheiros mais um.

CAPÍTULO III - DO EDITOR CIENTÍFICO

Artigo 8º.

O Editor Científico é o responsável legal pela publicação, respondendo por todos os assuntos a ela relacionados. Compete ao Editor Científico:

§1º. Garantir o cumprimento da política editorial da publicação.

§2º. Propor e discutir o aprimoramento da política editorial da publicação.

§3º. Convocar e presidir as reuniões do Corpo Editorial.

§4º. Analisar, em primeira instância, os trabalhos submetidos à publicação, avaliando se os mesmos atendem à política editorial da revista.

§5º. Indicar os integrantes do Corpo Editorial.

I – Os indicados serão referendados na primeira reunião do Conselho Editorial, após a elaboração da lista.

§6º. Indicar pareceristas para a avaliação do mérito científico dos trabalhos recebidos.

§7º. Decidir sobre o aceite, reformulação ou rejeição dos manuscritos, após a avaliação por pares.

§8º. Atuar pela indexação e manutenção da publicação em bases de dados de interesse da Revista.

§9º. Colaborar com a divulgação da publicação junto aos públicos de interesse.Artigo 9º.

O Editor Científico será indicado pelo Conselho Editorial.

§1º. O mandato do Editor Científico é de cinco (5) anos, podendo haver até uma (1) recondução consecutiva.

I – O Editor Científico somente poderá ser destituído se não estiver desempenhando adequadamente suas responsabilidades, cabendo ao Conselho Editorial a indicação de um Editor Científico interino, dentre os integrantes do Corpo Editorial, até que seja escolhido o novo Editor Científico.

CAPÍTULO IV - DO CORPO EDITORIAL

Artigo 11

O Corpo Editorial está subordinado ao Editor Científico, auxiliando-o na avaliação do mérito científico dos manuscritos submetidos à publicação, competindo-lhe ainda:

§1º. Indicar pareceristas Ad hoc para a avaliação do mérito científico dos trabalhos recebidos.

§2º. Convidar estudiosos a contribuir com a publicação, por meio da submissão de trabalhos.

§3º. Colaborar com a divulgação da publicação junto aos públicos de interesse.

Artigo 12

O Corpo Editorial é formado por estudiosos do campo da psicologia analítica, do Brasil e do mundo, com reconhecida contribuição a este campo interdisciplinar do conhecimento, e por associados ao IJUSP, desde que não estejam cumprindo mandato no Conselho Editorial.

Artigo 13

O Corpo Editorial deve se reunir pelo menos uma vez ao ano, mediante convocação do Editor Científico. Os integrantes do Corpo Editorial se comprometem a participar das reuniões deste órgão, considerando como quórum mínimo para estes encontros a participação de 50% (cinquenta por cento) dos conselheiros mais um.

Artigo 14

A escolha dos integrantes do Corpo Editorial é feita pelo Editor Científico.

§1º. Os indicados serão referendados na primeira reunião do Conselho Editorial, após a elaboração da lista.

§2º. O mandato dos integrantes do Corpo Editorial é de cinco (5) anos, podendo haver até uma (1) recondução consecutiva.

CAPÍTULO V - DO CORPO TÉCNICO

Artigo 15

O corpo técnico da publicação é responsável pelo gerenciamento da secretaria editorial e do processo de produção editorial da publicação, competindo-lhe:

§1º. Organizar, registrar e acompanhar o processo de submissão e de avaliação dos trabalhos, na plataforma específica.

§2º. Encaminhar os textos para a revisão bibliográfica, normalização e preparação de originais.

§3º. Gerenciar os fornecedores externos.

§4º. Dar subsídio ao Editor Científico para a escolha e manutenção das bases de dados às quais a Revista pode ser indexada; para novos protocolos internacionais de boas práticas editoriais; e para a atualização das Diretrizes para os Autores.

§5º. Exercer a interface de comunicação entre os diversos públicos envolvidos com a publicação (editores, pareceristas, autores e leitores).

§6º. Divulgar a publicação para os públicos de interesse.

§7º. Gerenciar e atualizar o portal do periódico.

§8º. Secretariar as reuniões do Conselho Editorial.

§9º. Manter organizados e em bom estado arquivos impressos e eletrônicos de toda a documentação relativa à submissão/publicação.

Artigo 16

O corpo técnico da publicação pode ser formado por funcionários do IJUSP e/ou por profissionais externos ao Instituto, com reconhecida expertise técnica para suas funções.

CAPÍTULO VI - DAS DISPOSIÇÕES GERAIS E TRANSITÓRIAS

Artigo 17

O primeiro (1º.) e o segundo (2º.) colocados na primeira eleição do Conselho Editorial terão mandato de sete anos. O terceiro (3º.), quarto (4º.) e quinto (5º.) colocados terão mandato de cinco anos. A partir desta primeira eleição, os mandatos serão de cinco anos para todos.

Artigo 18

Este regimento poderá ser reformulado no seu todo ou em parte por deliberação aprovada pela maioria absoluta do Conselho Editorial.

Artigo 19

Os casos omissos neste regimento serão resolvidos pelo Conselho Editorial.

São Paulo, março de 2016.

Anexo 1 - Termo de transferência e de responsabilidade

TERMO DE TRANSFERÊNCIA DE DIREITOS AUTORAIS E RESPONSABILIDADE DOS AUTORES

Título do trabalho:

Autor(es):

Declaro(amos) que, em caso de aceitação deste manuscrito por parte da Self - Revista do Instituto Junguiano de São Paulo, concordo(amos) que os direitos autorais a ele referentes passam a ser de titularidade da publicação e de seu órgão publicador, Instituto Junguiano de São Paulo (IJUSP), nos termos da licença Creative Commons "Atribuição 4.0 Internacional" (http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/).

Os autores certificam que este é um trabalho original, com dados autênticos, livre de fraudes e plágios, que o mesmo está sendo submetido exclusivamente à Self -Revista do Instituto Junguiano de São Paulo e que nenhum outro manuscrito com sua(s) autoria(s) apresenta conteúdo substancialmente similar a este.

Todos os autores supracitados reafirmam que contribuíram para o trabalho, respeitando as diretrizes internacionais de responsabilidade autoral.

Anexo 2 - Folha de rosto para trabalhos submetidos

FOLHA DE ROSTO

Título do manuscrito nos três idiomas de publicação (português, inglês e espanhol)

Nome dos autores (sem titulação, por extenso [supressões são possíveis])

Afiliação institucional: Cidade, Estado (sigla), País.

Apresentação dos autores (minicurrículo com no máximo 70 palavras)

Autor para correspondência e endereço eletrônico

Declaração de conflitos de interesses: caso não haja nenhum conflito de interesse, utilizar a frase padrão: “Os autores declaram não haver nenhum interesse profissional ou pessoal que possa gerar conflito de interesses em relação a este manuscrito” (Ver em item Conflitos de interesse, em Política Editorial).

Fontes de financiamento: caso o projeto de pesquisa tenha sido financiado por instituição pública e/ou privada, informar o financiamento, de acordo com o seguinte modelo: Nome da instituição de fomento. Nome do projeto financiado. Número identificador do projeto. (Ver item Fontes de financiamento em Política Editorial)

Em caso de trabalho apresentado em evento, deve-se indicar: Nome do evento, Cidade/Estado, País, Data de Realização dd/mm/aaaa a dd/mm/aaaa.

Em caso de trabalho que tenha como base tese ou dissertação, deve-se informar: Nome do autor. (ano). Título da tese/dissertação (Dissertação/Tese). Nome da instituição onde foi realizada. Cidade.

Indexação

Ulrich's Periodicals Directory

Histórico do periódico

Criada em 2016, Self - Revista do Instituto Junguiano de São Paulo nasce com os objetivos de se tornar uma publicação de renomada qualidade científica, reconhecida no campo da psicologia analítica como canal democrático de divulgação do pensamento junguiano, no Brasil e no mundo; de ser uma revista multidisciplinar, divulgando temas diversos de interesse da sociedade; e de ser um referencial para a formação de analistas junguianos.