"Moana, um mar de aventuras" em busca de sua vocação

  • Denise Diniz Maia São Paulo, SP

Resumo

Em uma distante ilha australiana, a pequena Moana escuta atentamente as estórias contadas por sua avó paterna, Tala. Outras crianças da tribo acompanham esse momento, muitas delas assustadas com as peripécias de guerreiros e monstros. No entanto, Moana, fascinada, não perdia uma palavra dita pela avó.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Denise Diniz Maia, São Paulo, SP
Analista didata do Instituto Junguiano de São Paulo (IJUSP); membro da Associação Junguiana do Brasil (AJB); filiada à International Association for Analytical Psychology (IAAP). Psicóloga clínica, com especialização em arte integrativa e em terapia psicomotora e cinesiologia psicológica, com base junguiana. Diretora administrativa e de comunicações do IJUSP no biênio 2014/2016; coordenadora do grupo de estudos psicológicos da criança do IJUSP. Exerce trabalho clínico com crianças, adolescentes, adultos e orientação de pais.

Referências

Éstes, C. (2007). A ciranda das mulheres sábias. São Paulo: Rocco.

Hillman, J. (1996). O código do ser. Rio de Janeiro: Objetiva.

Musker, J. & Clements R. (Diretores). (2016). Moana, um mar de aventuras. Hollywood: Disney.

Silveira, Nise (1981). Prefácio. In Marie Louise von Franzs, A interpretação dos contos de fadas (p. 11). Rio de Janeiro: Achiamé.

Publicado
03-03-2017
Como Citar
Maia, D. (2017). "Moana, um mar de aventuras" em busca de sua vocação. Self - Revista Do Instituto Junguiano De São Paulo, 2. https://doi.org/10.21901/2448-3060/self-2017.vol02.0003
Edição
Seção
Resenha