Reflexões sobre o método de Nise da Silveira

  • Cristiane Adamo Instituto Junguiano de São Paulo
  • Denis Mendes Instituto Junguiano de São Paulo
  • Irene Gaeta Instituto Junguiano de São Paulo
  • Paola Vergueiro Instituto Junguiano de São Paulo
  • Paula Serafim Daré Instituto Junguiano de São Paulo
  • Patrícia Campos Instituto Junguiano de São Paulo
  • Silvana Parisi Instituto Junguiano de São Paulo
Palavras-chave: Entrevista

Resumo

Entrevista realizada com Franklin Chang, analista junguiano com formação no Instituto C.G. Jung de Zurique, Suíça, membro da International Association for Analytical Psychology – IAAP e orientador de grupos de estudo sobre taoísmo, alquimia chinesa e psicologia junguiana. Chang também foi diretor da Casa das Palmeiras de 1997 a 2001, um dos cenários do trabalho de Nise da Silveira, renomada psiquiatra brasileira, que transformou o tratamento e a relação entre os pacientes e os médicos e profissionais com atuação em hospitais psiquiátricos. Nise defendeu a arte como instrumento terapêutico e liberador da criatividade. A partir de seu empenho, foi criado o Museu de Imagens do Inconsciente, no Rio de Janeiro. Pela relevância e ineditismo, seu trabalho impressionou colegas, artistas, críticos de arte e, também, a C.G. Jung, com quem passou a se corresponder com regularidade. Na entrevista, realizada por integrantes do Departamento de Arte e Psicologia da Associação Junguiana do Brasil – AJB e do Núcleo de de Arte e Psicologia Analítica do Instituto Junguiano de São Paulo – NAPA/IJUSP, Chang relembra da convivência, do aprendizado e da troca de experiências com Nise da Silveira. Chang também destaca os pioneiros do movimento junguiano em São Paulo como Leon Bonaventure e Petho Sandor, com quem participou de grupos de estudo; os contatos com sua orientadora, Marie-Louise von Franz, e com colegas que estudavam a filosofia e religiões orientais, como Heinrich Robert Zimmer, que utilizava a mandala como elemento terapêutico, citando como exemplo o trabalho da psicologia e alquimia na sequência de sonhos do Wolfgang Ernst Pauli.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Silveira, N. M. (1971). Jung, vida e obra. Rio de Janeiro: J. Alvaro.

Berliner, R. (Diretor). (2016). Nise: o coração da loucura. 109 min. http://www.adorocinema.com/filmes/filme-240724/

Ocupação Nise da Silveira. (2017, 25 novembro a 2018, 28 de janeiro). São Paulo.

Jung, C. G. (1959). Face to face (Entrevista a John Freeman). Zurich: BBC.

Publicado
05-04-2019
Como Citar
Adamo, C., Mendes, D., Gaeta, I., Vergueiro, P., Daré, P. S., Campos, P., & Parisi, S. (2019). Reflexões sobre o método de Nise da Silveira. Self - Revista Do Instituto Junguiano De São Paulo, 4(1). https://doi.org/10.21901/2448-3060/self-2019.vol04.0007
Seção
Entrevista