C. G. Jung e a religião

Autores

  • Punita Miranda GAP Institute

DOI:

https://doi.org/10.21901/2448-3060/self-2019.vol04.0008

Palavras-chave:

Jung Carl Gustav, 1875-1961, religion, psychology

Resumo

Este artigo examina o envolvimento de Jung com o fenômeno da religião durante vários estágios de sua vida e acompanha o desenvolvimento correspondente de suas teorias ao longo desses estágios. Demonstra como a religião gradualmente assumiu um lugar definitivo em sua teoria e prática e permeou os temas mais marcantes: a psiquiatria, a psicanálise, a tipologia, a teoria dos arquétipos e, finalmente, a psicologia dos motivos religiosos. As ideias aqui desenvolvidas baseiam-se em uma ampla revisão da literatura sobre a obra junguiana e em uma série de relatos sobre o autor. Desde os anos dedicados à composição de seu "The Red Book", Jung empenhava-se em compreender os efeitos psicológicos e históricos do cristianismo. À medida que amadurecia, mais fortemente sentia que sua tarefa era tratar os males espirituais e religiosos de seus pacientes. Toda a sua obra pode ser entendida como uma tentativa de apreender o futuro desenvolvimento religioso do Ocidente, dada sua convicção de que a religião era necessária para a evolução espiritual da humanidade. Uma poderosa ilustração da influência de Jung sobre a segunda metade do século XX foram as Conferências de Eranos, que ele promovia anualmente para discutir ideias inovadoras sobre religião. As conferências tornaram-se um dos mais importantes fóruns de disseminação de suas ideias religiosas junto ao público mais amplo. Em suas pesquisas, ele ativamente cultivava diálogos com teólogos e historiadores da religião e tudo o que publicava relacionava-se, em alguma medida, com o tema da religião.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Punita Miranda, GAP Institute

Graduada em psicologia clínica pela UniCeub (Brasília/DF); mestre em pesquisa pelo Center for History of Hermetic Philosophy and Related Currents (Amsterdã/Holanda), com dissertação de mestrado intitulada "O 'Livro Vermelho' de Jung e a história da psiquiatria no século XIX". Completou o Programa de Treinamento de Liderança, realizado pela analista junguiana Marion Woodman no Canadá e Inglaterra. Candidata ao diploma de analista junguiana no Instituto GAP (Londres).

Publicado

05/30/2019

Como Citar

Miranda, P. (2019). C. G. Jung e a religião. Self - Revista Do Instituto Junguiano De São Paulo, 4(1). https://doi.org/10.21901/2448-3060/self-2019.vol04.0008

Edição

Seção

Artigo de reflexão (ensaio)