[1]
A. L. Cirineu, “A experiência amorosa como rito de passagem dentro do processo de individuação feminino”, Self - Rev. Inst. Junguiano São Paulo, vol. 5, p. 1-19, out. 2020.